segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Um completo e total envolvimento de coração


Esse trabalho de Realização acontece quando há entrega e paciência. Isso é fundamental. Não há como realizar Deus, realizar a Verdade sobre si mesmo, sem entrega e paciência. Esse trabalho é o maior de todos os empreendimentos em sua vida, porque isso significa reconhecer a Verdade. 

Se você observar de perto, você vai perceber que não há muito interesse nisso por parte daqueles que estão próximos a você, em seu círculo de amizade. Realizar a Verdade é uma coisa muito rara! É curioso dizer isso… O único propósito real da vida é realizar a Felicidade. Essa realização da Felicidade é a realização da Verdade sobre si mesmo. O curioso aqui é que esse é o propósito real da vida humana, mas muito poucos estão nesse empreendimento; muito poucos estão, de fato, envolvidos nisso. 

Aconteceu na sua vida um momento assim, de grande atração por isso, e isso, em si, é um grande milagre. Uma grande e inexplicável ação da Graça na sua vida. Eu vou repetir isso: observe as pessoas com quem você está em contato. Elas não estão interessadas nisso. O assunto delas é futebol, política, situações diversas acontecendo nesse país e ao redor do mundo... O assunto delas versa sobre relacionamentos, família, projetos, sonhos, profissão... enquanto que você está aqui nessa sala, nesse espaço chamado Satsang. 

Satsang significa encontro com a Verdade, encontro com a Realidade, encontro com o que É. Esse é o encontro com a Felicidade, é o encontro com a sua Verdadeira Natureza, que é essa Realidade de Deus em você. E se você está aqui, é porque esse é o único momento para você. Esse momento é o momento da paciência, é o momento da entrega, é o momento de voltar o seu coração para a única coisa que importa. Perceba que você está sozinho nisso. É uma das coisas que começam a ficar muito claras quando você se depara com esse trabalho, porque aqueles que estão à sua volta não comungam disso, não têm a mínima noção, o mínimo interesse, não estão dispostos ao mínimo envolvimento com isso. 

Eu quero lhe dizer neste encontro, neste momento, neste Satsang, que é necessário que você entregue o seu coração a isso totalmente, completamente. Você acaba de desconfiar que há algo fora do lugar nesse modelo comum, aquilo que é amplamente aceito e reconhecido como algo normal, como padrão humano. Existe algo além disso, além desse padrão. Nesse padrão comum não há Paz, não há Liberdade, não há Sabedoria, não há Amor, não há Felicidade. 

O que é desafiador em Satsang é você ouvir que a vida centrada nesse “sentido de alguém” com uma história, com diversas formas de experiências, com amplo, ou não tão amplo, círculo de relacionamentos, que realizou ou está lutando para realizar algo, é uma fraude e o que ele está vivendo é uma ilusão, sendo necessário que ele desapareça.

É isso que soa muito complicado para você a princípio, e, no entanto, aqui está você diante de um fato. Repare que tudo aquilo que você já realizou não foi suficiente, e se você olhar para outros que já realizaram o que você ainda pretende realizar, você vai perceber que eles continuam no mesmo padrão, que é o padrão comum a todos: problemas e toda forma de sofrimento. 

Eu tenho algo para lhe dizer nesse encontro: nada disso é real. A vida centrada na experiência comum a todos é uma grande ilusão. Você é algo além disso, você é algo muito maior que isso! Quando eu falo “você”, quando eu uso essa expressão, eu não estou falando dessa entidade, dessa imagem que você faz de si mesmo, de si mesma. Estou falando Daquilo que está aí além do corpo, além da mente, além do mundo, além desses mesmos relacionamentos, além dessa história pessoal. 

Eu falo de sua Natureza Verdadeira, dessa sua Natureza Real, a Natureza de Deus. Você é Amor, você é Felicidade, você é Liberdade, você é Paz, e a única coisa que você está aqui para realizar, conquistar é Isso: Si mesmo. 

Na história, nós ouvimos falar de grandes homens e mulheres, figuras importantes, verdadeiros “sucessos” em algumas áreas, por isso o nome deles estão registrados aí na história. Mas quando você olha para a vida deles, você percebe que eles conquistaram muita coisa, realizaram muita coisa, mas eram homens e mulheres bastante problemáticos, bastante infelizes, bastante miseráveis, apesar do sucesso. 

A sua Natureza Verdadeira, a sua Natureza Real, Aquilo que você É em seu Ser, é a única Realidade. Isso não tem nada a ver com uma história que possa ser contada por alguém depois. Isso não é algo que fará você ser lembrado como alguém importante, que fez algo, que realizou alguma coisa. 

Isso do qual estou falando tem a ver com aquilo que você É, com a Verdade sobre você, com a Liberdade que é você, com a Paz que é você, com o Amor que é você, com o Silêncio que é você. Isso é possível nesse Despertar; isso é possível nessa Realização; isso é possível no fim desse ilusório sofrimento que o pensamento tem produzido, que a mente tem produzido, dando realidade àquilo que não tem, fazendo real aquilo que não é real. Eu falo dessa entidade separada. 

Definitivamente, você não é uma pessoa. Definitivamente, não há nada que você possa realizar. Definitivamente, não há nada que você precise realizar. Tudo que de fato você precisa é constatar a Verdade, a Verdade sobre si mesmo. Isso é o fim desse ilusório sofrimento. Isso é o fim do sentido de separação. 

Esse tem sido, e está sendo, o recado que estamos compartilhando e que continuaremos compartilhando. E isso, com certeza, é para você. Há algo dentro de você “queimando” por isso, por isso você está aqui nesse encontro. Portanto, a coisa toda está nessa paciência e nessa entrega, nesse envolvimento total e completo, de todo o seu coração. Então, isso torna possível essa constatação. 

Essa é a única Realização! Não há outra! Constatar Aquilo que você É, é a única Realização. Isso não vai colocar o seu nome na história, isso vai lhe mostrar que você está além da história; isso vai lhe mostrar que você está além do corpo, além da forma, além do nome, além do sucesso e do fracasso. É basicamente isso.


*Transcrito a partir de uma fala de um encontro online na noite de 11 de Novembro de 2016. Encontros online as segundas, quartas e sextas as 22h. Baixe o App no dispositivo móvel ou computador Paltalk e participe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Compartilhe com outros corações