segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Meditação já é o seu estado natural




Quando nós falamos que você é Silêncio, nós estamos dizendo que você não sofre agitação. Não estamos apontando para a ausência do som, mas para a ausência de toda agitação. Estamos apontando para aquela quietude, que é ser natural, que é viver naturalmente, e esse é o seu desafio: abrir mão do desafio de "ser não natural" para viver.

Estou dizendo viver, apenas viver. Viver significa ouvir, falar, sorrir, caminhar, trabalhar, voltar para casa, dormir, levantar, sem jamais se identificar com a ilusão, sem jamais confiar naquilo que a sua formação lhe deu, no treinamento social que você recebeu dos pais, dos educadores, desses que vieram antes de você. Então, estou apontando aqui para algo singular, se você puder perceber. Quando eu digo que é algo singular, não estou dizendo que seja algo antinatural, especial nesse sentido. Estou dizendo que é algo simples, direto, real e verdadeiro aceitar o silêncio, a quietude desse estado natural imperturbável. Você pode estar do “lado de fora” sem sair daí. Só a ação acontece do lado de fora, e essa presença interna torna isso possível. Você jamais sai de casa, embora esteja o tempo todo ocupado, envolvido com o mundo externo. Escutem isso que estou dizendo pra vocês aqui. Estou falando dessa arte de lidar com o mundo exterior, de lidar com a vida externa, mas estar sempre presente nesse silêncio, nessa quietude, nesse imperturbável estado de Ser, que é Você.

Por isso nós temos falado sobre a Meditação. Meditação não é uma prática, não é um exercício. Meditação é aprender a olhar naturalmente, sem estar perdido nesse mundo mental, nesse mundo de pensamentos, de emoções, de sentimentos, de condicionamentos. É sobre isso que estamos falando neste momento.

É um momento revelador! Nós temos esse momento aqui para cada um de nós. É o momento disponível, o único momento que temos. Quando eu digo que é o único momento, é porque não há outro momento fora esse. Tudo o que está acontecendo, está acontecendo sempre nesse momento, nesse momento único. Assim sendo, podemos olhar para isso, para o valor, para a beleza da Meditação, porque Ela é esse passo único para esse Silêncio, que é essa quietude natural, que é Você.

Meditação já é o seu estado natural, não é uma prática. Não há nenhum método, nenhum sistema, nada que você possa fazer... passo número um, passo número dois, três, e assim por diante. Então, se nós estamos aqui dispostos a aceitar esse desafio, que é abrir mão do desafio de ser não natural, temos que aprofundar essa “coisa”, temos que nos abrir para essa “coisa”, apreender o significado profundo e real disso, dessa “coisa” – que, paradoxalmente, é tão simples – chamada Meditação.


*Transcrição de uma fala online, transmitida via paltalk no mês de fevereiro de 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Compartilhe com outros corações