quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Paltalk Satsang: Você está aqui para realizar Deus




A Graça, a Presença, a Verdade, Deus, o Guru, não se esquece de você. É você quem tem que se voltar para Deus, para a Graça, para a Verdade, para o Guru, para si mesmo. Esses instrumentos que nós temos, o Blog, Facebook, Whatsapp, o Paltalk, qualquer coisa que possa lhe ajudar a se voltar para esse espaço é fundamental. Você precisa atrair Deus, atrair essa Graça; atrair aí, nesse mecanismo, um movimento de Presença, de Graça, de entrega, de rendição, de desistência. Todo o sofrimento humano é uma grande bênção. Na verdade, é a única possibilidade que o, assim chamado, "ser humano" tem de descobrir que ele não é um ser humano; ele é algo além disso, além de uma nomeação como essa, uma rotulação como essa; é algo além de crenças atreladas a essa ideia de ser um "ser humano".

Você está aqui para realizar sua Divindade, a Divindade de sua Natureza Verdadeira, sua Natureza Real, seu cerne, no seu coração. Você está aqui para realizar Deus. Assim, sejam gratos e se rendam a única vontade que prevalece sempre. Somente essa única vontade pode literalmente esmagar toda arrogância, toda vida de presunção dessa crença de ser alguém, de ser uma pessoa, de ser um ser humano, de ter uma vontade separada, de estar resolvendo, realizando, fazendo, podendo e escolhendo. Você é Deus.

Deus significa inaudita, indescritível liberdade, felicidade, perfeição. Você não pode realizar isso pelo esforço. Aquilo que já está presente jamais deixa de ser Aquilo que É. Seu esforço é dispensável, como esse "você" que você acredita ser. Essa é uma porta que nunca se fecha, esse é o vento que jamais para de soprar, o espaço que jamais está ocupado com qualquer outra coisa. Enquanto você se mantiver na esperança, no desejo, na expectativa, de qualquer alternativa que a mente tem para lhe propor.... enquanto você permanecer aí, alienado nessa limitação, alienado da verdade sobre si mesmo,  confundindo-se com o corpo, e com as ações e limitações dele, permanecerá nessa crença de ser alguém, sentir-se uma "pessoa". Quando o corpo estiver dormente, é assim que você irá se sentir; quando o corpo estiver doente, é assim que você irá se sentir; quando o corpo estiver com frio, é assim que você vai se sentir; quando o corpo estiver com alguma dor, é assim que você vai se sentir. Enfim, quando a mente estiver ocupada com essa "pessoa", preocupada, em conflito, com medo, você se sentirá assim.

Agora, a pergunta é: Quem é você? Você é o corpo? Você é a mente?

Vocês colocaram outras prioridades, vocês têm muitas coisas para fazer, muitas coisas para realizar. Vocês estão ocupados demais. Vocês não têm tempo para isso. Vocês não têm tempo para essa simplicidade de desistir, para essa simplicidade de ficar quieto, para essa simplicidade do não desejo, da não escolha, da não vontade, da não decisão, da não ocupação com família, projetos, realizações.  São muito importantes e nada disso pode acontecer sem vocês, precisam estar ocupados. Aí está o equívoco. Estou constantemente dizendo isso para você, em Satsang: Você é dispensável. Aliás, você nunca esteve nessa coisa, tudo está acontecendo sem você, ou parece estar acontecendo, e só parece para você. Você não tem o olhar de Deus porque não está quieto, porque está preocupado com ações e não ações, e tudo isso é uma fantasia da mente; é só a mente ocupada lhe impondo uma crença, a crença de ser alguém no poder, o seu poder sobre o seu grande e precioso mundo doentio - uma ilusão.

Até quando vocês irão querer continuar ser alguém? Até quando vocês vão tentar manter as rédeas? Até quando vocês vão continuar acreditando numa decisão separada, numa escolha separada? Até quando vocês vão acreditar no poder do desejo, no poder da determinação? (risos) Deus fica rindo disso tudo. Aliás, Ele brinca com essa coisa toda. Ele não está em desespero e vocês estão. Ele não está vendo nada fora do lugar e vocês estão. Vocês estão querendo reformar, consertar, solucionar e resolver; voltar para um certo lugar alguma coisa que vocês estão vendo fora do lugar (risos). É a forma como Ele brinca. Quando ele brinca de "ser alguém", zomba de si próprio, ri de si próprio.
Nós estamos na Índia nesse momento. Aqui na índia, os antigos Sábios chamavam isso de Maya, uma brincadeira de Deus. A Leela é quando Deus brinca com essa ilusão, enquanto Maya é a ilusão presente nessa Leela.

PARTICIPANTE 1: Deus ama cinema, seja terror, ficção, romance, não importa o gênero.

PARTICIPANTE 2: Está mais para novela.

MARCOS GUALBERTO: Estou propondo algo para vocês, que é a vida que estou vivendo, sem passado, nem futuro. Estou propondo algo para vocês, que é uma vida sem medo, sem a procura do resultado. A qualquer momento pode desaparecer tudo e não vai fazer a menor diferença. Como nunca esteve presente mesmo, quem se importa? Quem está aqui para se importar com isso? E não estou falando de mim, estou falando de você. Quem é você? Quem está aí? Onde está seu passado, se você não estava lá? Onde está o seu futuro, se você, também, não estará lá? Então, quem se importa?
 Desses bilhões de representantes dessa, assim chamada, raça humana nesse planeta, quantos estão olhando para isso? Olhem para vocês. Vocês têm muitas prioridades. Se não deixarem tudo, Isso não irá de realizar. Apenas um em um bilhão realiza Isso. É isso mesmo, deixe-me assustar você. Suas chances são pequenas e diminui, ainda mais, a cada dia. Você já está mais velho e mais maduro para o túmulo. Deixe-me assustar, mais, você. Veja sua saúde, que não é mais "aquela". O corpo está amadurecendo, mas a mente continua se comportando como se tivesse milhões de anos pela frente e, de fato, ela tem, por isso que ela se comporta assim. Mas esse corpo aí? Tem mais uns 3 decênios? Quem sabe? Mais 5 dias ou 2? Ou talvez, vamos diminuir um pouquinho, chegar mais perto, umas 23 horas?

 PARTICIPANTE: Meu Deus, estou passando mal!

 OUTRO PARTICIPANTE: Ui!

 MARCOS GUALBERTO: É bastante trágico, mas é cômico também. Então, vamos rir (risos).

 PARTICIPANTE: O problema é que a gente é imortal.

 MARCOS GUALBERTO: Vai acreditando nisso (risos).

 PARTICIPANTE: Inocente.

 PARTICIPANTE: Achamos que a morte vai demorar.

 MARCOS GUALBERTO: Ok pessoal. Vamos dormir? Boa noite. Namastê.


Transcrito, revisado e corrigido a partir de uma fala via Paltalk Senses no dia 24 de Setembro de 2014
Encontros todas as segundas, quartas e sextas as 22h - Para participar baixe o Paltalk gratuitamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Compartilhe com outros corações