quinta-feira, 21 de novembro de 2013

SATSANG – É SOMENTE FICAR QUIETO!



Solte esse sentido de alguém na ação, caminhando para algum lugar, como se houvesse um caminho, como se houvesse alguém pra caminhar, como se houvesse um lugar para se chegar.

Participante: - Como se houvesse algo para se desistir, desistir de que não é?

Marcos - Esse desistir, é o desistir da idéia de que algo pode ser feito, realizado, concluído depois de planejado. É apenas ficar agora nesse momento. O som, escute o som... Quando o vento corta as folhas dessas árvores que estão aqui em cima, tem um som acontecendo. Nada precisa ser feito pra ouvirmos essa música, é só desistir de tentar algo como ouvir, porque não há como deixar de ouvir. Assim não há de fato do que desistir. É somente ficar quieto.

A vida fluindo como esse rio que é você e você não está na coisa. Você não é importante, é como ouvir esse som das folhas, enquanto o vento sopra, batendo umas nas outras e os galhos se tocando. Reparem que não há nenhum esforço da sua parte. Nenhum esforço de tentar desistir para ouvir, é só estar presente, é só ficar quieto.

A Felicidade é assim, a Liberdade é assim, a Paz é assim, a Realização, o Despertar é assim.

Ninguém para despertar, ninguém para se realizar, ninguém para ter paz, ninguém para realizar a liberdade, ninguém... Ninguém para buscar, ninguém para praticar, ninguém para caminhar sobre o fio da navalha, porque não há navalha, não há alguém sobre a navalha.

Desista!

Inteiro agora presente, ouvindo essa fala, assim como ouvindo o vento soprando, assim como ouvindo os pensamentos acontecendo aí dentro, sem segurar nada disso, deixando tudo passar, sem uma identidade por trás que quer entender, que quer capturar, que quer adquirir algo.

Então esse Silêncio de Presença que é Ser, que é Liberdade, que é Paz, que é o que É, se mostra. Sem alguém para ver, mas aí está; sem alguém para ouvir, mas aí está o som, aí está o som acontecendo; sem alguém para ver, aí estar a visão acontecendo; sem alguém para sentir, aí está o sentir; sem alguém para dizer qualquer coisa sobre isso.

Complicado?  Para quem seria complicado?  Simples? Para quem seria simples?

É somente o ouvir, como o som desse avião agora. Como o som desse motor, como o cachorro latindo lá no fundo. Sem resistência, sem escolha, quieto...

Nada precisa ser mudado, alterado, nada precisa ser diferente do que é.

Nisso está a Liberdade de ser. É quando a existência toda é você.

Tudo tem o seu lugar, tudo está no seu lugar.

É bem assim!

É bem assim!

Namastê!


Um comentário:

Deixe aqui o seu comentário

Compartilhe com outros corações