domingo, 11 de agosto de 2013

Satsang no paltalk - Porque essa constante sensação de estar incompleto?




P - Por que essa constante sensação de estar incompleto? Estamos sempre buscando algo sem nem mesmo saber o que é, isso é normal?

M - Tudo o que você busca é a Si mesmo. Essa sensação de incompletude é algo natural na mente. E quando você diz: “sem nem mesmo saber o que é” é exatamente assim. Aquilo que você É está fora do conhecido da mente. Você colocou muito bem a pergunta. Essa sensação de incompletude de fato será sempre constante na mente, porque a natureza da mente é insatisfação, incompletude. A mente é infelicidade. O que você está buscando na verdade é a Si mesmo, é a felicidade que você já traz, que você já É. Só que a mente está embolada nessa busca. Então, em sua sensação de incompletude, tudo o que ela faz é inventar coisas, procurar coisas. Coisas dentro daquilo que ela conhece, daquilo que ela pode projetar.

Isso é válido para cada um de vocês. Venha a um Satsang presencial e você vai descobrir que é exatamente essa busca, essa procura dentro da própria mente disso que já é você que tem causado mais e mais infelicidade. Você já é em sua real natureza amor, paz, felicidade, completude. Mas na mente insatisfação, conflito, contradição, sofrimento, incompletude. Essa incompletude, que é essa sensação constante, isso é uma grande bênção. Isso sinaliza para você que você não está vivendo em seu estado natural, não está vivendo em sua real natureza. É isso que todos nós sentimos. Isso termina quando o sentido de separatividade termina. Quando esse sentido ilusório de ser alguém termina, aí a incompletude termina.

Todos vocês estão presentes porque esse é o momento de vocês dessa realização, da realização daquilo que é vocês em sua real natureza, e isso é o fim da ilusão do sofrimento, da ilusão de um sofredor. É o fim dessa ilusão da “pessoa”, desse mim, desse eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Compartilhe com outros corações