sábado, 10 de agosto de 2013

Satsang no Paltalk - Existe o momento da iluminação?


Pergunta - “Existe o momento da iluminação?”
Marcos - É uma pergunta que exige algumas coisas para serem vistas. Isso exige que a gente consiga ver algumas coisas. A primeira delas é que a palavra aqui pode ser iluminação, despertar, realização ou qualquer outra. Isso significa simplesmente clareza, o fim dessa ilusão, a ilusão de uma identidade por trás do pensamento, do sentimento, da sensação, da ação. Isso significa o fim do sentido de separatividade. E quando você pergunta “existe o momento?”, a resposta, uma vez que isso que acabamos de colocar tenha ficado claro, a resposta é: o momento para quem?, uma vez que estamos lidando apenas com uma ilusão, a ilusão dessa identidade. Então, estamos lidando com uma falsa identidade.
Na verdade, essa falsa identidade existe apenas como uma crença. Assim sendo, o “momento da iluminação” só pode ser agora, quando acontece o fim dessa crença. Então, a confiança de uma identidade por trás do pensamento, por trás da ação, por trás da sensação, por trás do sentimento, o fim da confiança só é possível nesse instante. Isso é o fim dessa ilusão, da ilusão dessa identidade.
A iluminação é agora. Essa é uma coisa a respeito dessa pergunta sua. A outra coisa é: uma vez que isso seja visto, isso não assenta ou não se estabiliza assim tão de imediato. Isso porque esse mecanismo, esse corpo-mente tem padrões de repetição, padrões de continuidade, ele carrega profundas tendências internas. Há uma tremenda inconsciência em cada um de nós. A mente é muito hábil nisso, está há muito tempo treinada nesses padrões, então isso requer uma investigação aplicada, dedicada. Você precisa colocar o seu coração inteiramente nisso para que isso que está sendo visto agora, neste instante, encontre essa estabilidade nesse organismo. Assim sendo, a iluminação, o acordar, o despertar, a realização é agora, mas a estabilização ou a harmonização do corpo-mente a esse estado de puro Ser, de pura Consciência, de pura Presença, isso para cada organismo pode levar um tempo. Aqui, nesse caso, levou 21 anos. Então, essa é outra coisa a respeito dessa pergunta.
Tem mais um terceiro ponto sobre isso. Você tem uma oportunidade muito grande, cada um de vocês têm, e a oportunidade para essa harmonização, para esse equilíbrio de corpo e mente a esse estado natural de puro Ser, de pura Consciência, que é essa liberação da ilusão dessa falsa identidade. A coisa toda, a grande facilitação que você tem chama-se Satsang. Satsang é a oportunidade de você estar diante do puro estado de Ser, Consciência, Presença, e ver isso diretamente ali em outro, que não é outro. Esse facilitador, esse amigo ou professor ou guru, ou aquele que ali está, que já está assentado nesse estado, que já vivencia esse equilíbrio de corpo-mente, essa harmonia de corpo-mente a esse estado natural, isso é uma grande oportunidade e uma grande facilidade. É a oportunidade da autoinvestigação, da meditação e da entrega. É aqui que entra esse convite que temos feito.
Sozinho na mente, tudo o que você pode é até certo ponto investigar isso. Mas fica muito superficial. E com muita facilidade a mente embola você novamente. Então, há essa dificuldade. Assim sendo, fica esse convite: venha ao Satsang. Isso é válido para cada um de vocês. Há algo presente em Satsang que é essa presença da Graça. Não é a fala, não é qualquer coisa que esteja acontecendo dentro de um encontro como esse externamente, mas é essa presença, é essa atmosfera, é essa Graça, essa energia de presença. Há algo presente em Satsang que varre completamente todo esse impedimento que é comum à mente. Esse impedimento que a mente, de forma comum, mantém, estabelece.
Isso porque dentro de Satsang esses truques que a mente tem desmoronam. Todos ficam claros, são vistos. Assim sendo, venha ao Satsang. Eu sempre tenho dito isso: se aproxime, fique perto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Compartilhe com outros corações